segunda-feira, 14 de julho de 2014

VOCÊ QUER SER CURADO?

Texto: João 5: 1- 15 - Neste texto vimos que qualquer enfermo que chegasse ao tanque, independente da enfermidade que tivesse seria curado instantaneamente. E o mesmo texto fala de um homem com quem Jesus estava conversando que se encontrava enfermo há 38 anos. Este homem por 38 anos viu muita gente sendo curada e glorificando a Deus e ele desejava ser curado, tentava entrar nesta água arrastando-se porque era paralítico. Acredito que este homem devia encontra-se em um estado depressivo, pensando que Deus havia se esquecido Dele, e que nunca mais sairia desta situação, até que um dia Jesus chega a ele e lhe faz uma pergunta: Você quer ser curado? Quando Jesus quer fazer algo em nossas vidas, ele também nos faz esta pergunta: Você quer ser curado? Jesus conhecia esse homem que deseja ser curado, Ele é onisciente, mesmo assim Ele fez uma pergunta, porque ele sempre nos pergunta, você quer? Ele não simplesmente vai restaurar seu casamento, Ele não vai dizer, ah eu gostei de você e por isso vou restaurar a sua vida financeira. Ele pergunta você quer? Este homem depois de 38 anos foi curado, porque há poder e há virtude no nome de Jesus, para nos curar fisicamente, emocionalmente, financeiramente, na área familiar e nos relacionamentos, você quer? - Venha estar conosco nos dias, 20, 21 e 22 de Julho, ás 19.30 h e participe da (CRUZADA DE MILAGRES), com o Evangelista Internacional “Dario Martini” - https://www.facebook.com/Iebfw?fref=ts

terça-feira, 29 de abril de 2014

Bartimeu Uma Oportunidade Bem Aproveitada

Bar-timeu, o filho de Timeu era cego. Mendigava à beira do caminho onde o Senhor Jesus iria passar. Ao escutar isso, exclamou: "Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim". Muitos queriam que ele se calasse, mas ele gritou ainda mais alto. O Senhor Jesus ouviu, parou e lhe disse: "Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho" (Marcos 10:46-52). Para Bartimeu, o fato do Senhor Jesus passar no local onde ele estava era uma oportunidade única que tinha de aproveitar. Se tivesse esperado alguns minutos a mais, ou se tivesse se calado por causa da censura da multidão, perderia definitivamente a chance de mudar de vida. Jamais conheceríamos sua história, pois o Senhor Jesus nunca mais passaria ali, pois morreria na cruz em poucos dias. Algumas oportunidades se apresentam apenas uma vez na vida. Temos de agarrá-las se quisermos as bênçãos que elas contêm. Em particular, estejamos atentos aos chamados da graça de Deus. Ele é paciente, mas é armadilha mortal supor que teremos tempo e oportunidade infinitos de nos convertermos a Ele. O tempo pertence a Deus; para nós ele passa e não volta. A Palavra de Deus nos ordena a nos arrependermos sem demora. "Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus" (Mateus 3:2). Cada convite para nos voltarmos ao Senhor tem caráter de urgência, porque pode ser a última chance que teremos em toda a eternidade! Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações (Hebreus 3:15).

quinta-feira, 10 de abril de 2014

O CORDEIRO DE PASCOA (PESSACH)

Geração após geração de escravos. Crianças que cresceram como escravos se tornaram adultos e morreram como escravos. Para aquele povo, aparentemente abandonado pelo seu Deus, já não restava esperança. Contudo, o Senhor ouviu a oração de seu povo e os libertou da escravidão do Egito, 430 anos de afronta, choro e lamento. Chegou a Páscoa do Senhor (Pessach). Um cordeiro teria que ser imolado, e seu sangue passado nos umbrais das portas de cada família, afim de que naquela casa, houvesse salvação e não morte. Naquela noite houve grande choro entre aqueles que não confiavam em Deus e grande libertação e salvação entre aqueles que tinham o sangue do cordeiro em suas portas. A Esperança voltou ao povo de Israel. Na data do dia 20/04/2014, também comemoramos a Páscoa, assim como os Judeus, mas com um sentido ainda mais profundo. Um cordeiro foi imolado para trazer salvação para toda a humanidade. “Jesus Cristo (Yeshua Hamashia), o filho de Deus”, morreu na cruz, sendo imolado a fim de nos libertar da escravidão do pecado. E ao terceiro dia, ele ressuscitou. Ele venceu a morte para nos dar a sua vida. Por isso temos esperança. Um dia estaremos com o Cordeiro que foi morto, mas que está vivo (Apocalipse. 1. 18). Assim sendo, lembremos, não somente nesta data, 20/04/2014, mas em todos os dias, o verdadeiro significado da Páscoa.
Assim como o Todo Poderoso libertou os hebreus da escravidão no Egito, Deus quer nos libertar da escravidão do pecado e por isso, enviou seu Filho, Jesus Cristo, para que “todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João. 3.16) Vida esta conquistada com sangue “porque Cristo (Messias), o nosso cordeiro de pascoa (Pessach) foi sacrificado por nós.” (Iº Coríntios. 5.7)

terça-feira, 1 de abril de 2014

PALAVRAS DE PAZ E SEGURANÇA



 Ester 9.30; - E mandaram cartas a todos os judeus, com palavras de paz e segurança. João 14.27 - Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou.
   A bela expressão "palavras de paz e segurança" se refere ao que Mardoqueu escreveu aos seus compatriotas judeus durante o reinado de Assuero, rei persa. Também se aplica aos ensinos do Senhor Jesus Cristo, como os que estão nos quatro evangelhos do Novo Testamento.                                                                                                                             
   No Senhor Jesus não havia ódio nem inveja. Por isso pôde dizer aos Seus discípulos: "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou" João 14:27. É uma paz integral, para a consciência e o coração. O Senhor dá aos Seus a Sua própria paz, da qual Ele mesmo desfrutou diariamente enquanto andou neste mundo.                                                         
E essa paz tem uma qualidade especial, porque ele acrescentou: "Não vo-la dou como o mundo a dá." Basta um breve olhar para comprovar a falta de paz no mundo. Por outro lado, o Senhor Jesus transbordava de paz, de uma constante tranquilidade interior vinda de sua inalterável comunhão com o Pai. E quem está em Cristo pode experimentar a mesma coisa.                                                  
    Esta paz está baseada na verdade. No Senhor não havia nenhum traço de falsidade ou mentira. "Eu sou a verdade" João 14:6. Ninguém pode contestar essa declaração. E nós, “se andarmos na luz, como Ele na Luz está, também teremos comunhão com os outros e com Deus o Eterno 1º João 1:7”.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

PERDOAR É PROSSEGUIR EM FRENTE!

                                                                                                      
     Falar sobre perdão não é uma tarefa simples nem fácil, pois não é fácil perdoar. Quero utilizar como base para essa reflexão o texto bíblicos de Mateus18: 21-35.Temos dificuldade em perdoar devido a nossa natureza pecadora, individualista e por falta de maturidade cristã. Perdoar muitas vezes é abrir mão do direito de resposta, é assumir o “prejuízo”. Perdão não é um sentimento. Perdão é um mandamento, uma decisão, uma atitude de .                                                                                                                                
    A falta de perdão é resultado de uma ira mal resolvida, abrindo a porta de entrada para a amargura que por sua vez escancara o coração contaminando a alma e destruindo sentimentos e relacionamentos. A pessoa que não perdoa, fica remoendo o passado e lembrando constantemente do que ou de quem lhe magoou. A falta de perdão nos aprisiona no mundo espiritual. No livro de Mateus encontramos a parábola do credor incompassivo, que quando perdoado de sua dívida não perdoou quem o devia, e por causa disso foi entregue aos acoites e lançado na prisão. Assim acontece conosco quando não perdoamos, somos entregues aos açoites da mágoa, da dor e do passado. A falta de perdão nos afasta de Deus e do relacionamento com as pessoas, pois nossa  alma se torna prisioneira ao passado.                                                                                                   
    O perdão é  um remédio eficaz para os males da alma. Perdoar não é esquecer, perdoar é oferecer uma folha em branco ao ofensor e permitir que junto com a graça de Deus uma nova história seja escrita. Quando perdoamos, parecemos com Deus, porque perdoar é amar e Deus é amor. Quando perdoamos, abrimos nosso coração, libertamos da prisão, da amargura e estamos prontos para sermos restaurados, conseguimos experimentar a verdadeira alegria e paz, estamos liberados para viver os relacionamentos que Deus deseja para nós.                                                                                             
    Só conseguimos perdoar com auxilio do Espírito Santo. Permita-se ter as estruturas mexidas, os alicerces abalados para viver intensamente feliz, desfrutando das bênçãos do Pai. Seja abençoado em nome de Jesus! Com sinceros votos de bênção, Pr. Marcos Vanderlei Viegas.

terça-feira, 26 de março de 2013


 

ESTA É A PASCOA DO SENHOR

Êxodo 12: 1-1

 
            A Páscoa é um símbolo de Amor, cuidado e proteção de Deus por nós. Quando o povo de Deus ainda escravo no Egito, a Páscoa foi estabelecida com o sinal do sangue de um cordeiro esborrifado nos umbrais das portas das casas dos israelitas para que o anjo da morte não atingisse os primogênitos das famílias de Israel.


            Duas condições básicas para sermos livres do poder do anjo da morte:


            1º) Condição:  Estar dentro da Casa – inseridos no Corpo Místico de Cristo, fazer parte da Igreja de Cristo,  nós precisamos estar inseridos na Sua morte e ressurreição afim de vivermos nossa vida dentro do princípio da vida de cruz; para não ser atingido pelo anjo da morte era necessário que se estivesse em família reunida dentro de casa. Este aspecto fala da nossa comunhão preciosa com Deus e com nossos irmãos, neste tempo de tantas individualidades, tempos em que formamos zonas de seguranças e exacerbado exclusivismo para não permitimos que outros irmãos penetrem em nossas comunhões.


            2º) Condição: Ter o Sangue do Cordeiro passado sobre os umbrais das portas – Ter a firme convicção de ter aceito a cobertura do Sangue precioso do Senhor Jesus, que foi derramado na Cruz do calvário. Tê-Lo recebido como Único e Suficiente Salvador e Senhor de nossas vidas. Mesmo se o indivíduo estivesse dentro da casa e não tivesse o Sangue passado nos umbrais das portas, ele não estaria livre da morte.
       

            Então esta duas condições básicas teriam de ser cumpridas, uma e a outra simultaneamente. Hoje a Páscoa se cumpre em nossas vidas quando reconhecemos e aceitamos o Sangue do Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus, como proteção e purificação de nossos pecados. Então a Páscoa não se trata de uma troca de ovos de chocolates botados por coelhinhos. A verdadeira Páscoa é Jesus. Celebraremos então o Senhor Jesus. Se quisermos ser livres da Morte Eterna, precisamos do Sangue do Cordeiro de Deus que nos protege e nos guarda para sempre. A Páscoa fala de estarmos inseridos na Vida, Morte e Ressurreição do Senhor Jesus Cristo.   26/03/13

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Um Mistério revelado



Colossenses. 1.26 – 27

O mistério que esteve oculto desde todos os séculos e em todas as gerações e que, agora, foi manifesto aos seus santos; aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória;

Nesta passagem bíblica estão contidas muitas verdades sobre aquele que um dia revelaria e mostraria para todos um mistério, ou seja, algo que seria revelado e que o apóstolo faz uma alusão através do Espírito. No século presente torna-se fundamental falar, descrever e decifrar verdades que farão de nós pessoas otimistas no sentido, do que a palavra, quer dizer, algo que realmente mude e aumente a nossa fé, nossa esperança e nossa crença em Deus.

A palavra nos fala de um mistério que esteve oculto durante séculos e gerações. Ninguém havia descoberto tal mistério, qual mistério? Evidentemente o mistério de Cristo. Vamos verificar e avaliar agora três momentos fundamentais deste mistério que são: Cristo no céu, Cristo na terra e Cristo no coração.

Cristo no Céu: A igreja sabia da existência de Cristo de qual forma? Que Ele estava no céu assentado à destra de Deus Pai, e que intercedia por nós.

Cristo na Terra: Quando Jesus esteve nesse mundo, a igreja teve o privilégio de tê-lo lado a lado. Contudo, Ele não podia estar em todos os lugares ao mesmo tempo.

Cristo em nós: Se Cristo está dentro de você e dentro de mim, precisamos ensinar, declarar e apresentar que todo homem (criação) pode se tornar perfeito em Cristo. Perfeito em qualidades aqui na terra e depois de arrebatado, perfeito em sua glória, com um corpo totalmente transformado e glorificado.

Eu abordei três coisas importantes que temos:

1° Cristo no Céu, 2° Cristo ao lado , 3° Cristo em nós

Ter Cristo no céu é bom e todos sabem disso.
Ter Cristo ao lado todos acreditam e até querem.
Ter Cristo em nós, dentro de nós, poucos tem e poucos podem.
Quando Cristo esta dentro do homem, coisas novas sempre acontecem.

Quero descrever e destacar algumas:

1ª O antigo dono da casa (que esta em sua vida) vai embora
2ª Tem que levar a mudança, ou seja; aquilo que lhe pertence como: a miséria, a falência, o desânimo, a discórdia, a desgraça, a doença, etc. Em alguns casos é até necessário o envio de ação de despejo, pois o morador quer resistir que o novo dono tome posse da moradia. Por sua vez, o novo morador, o Senhor Espírito Santo, vem à casa e verifica se há necessidade de mudanças, trazendo consigo, paz, alegria, riquezas, saúde, sonhos, bênçãos sem medidas para você.
Que Deus possa dar tudo aquilo que você deseja, e que haja reciprocidade da sua parte, fazendo assim, Deus sempre estará em sua vida como luz, brilhando a todo instante. Lembre-se, hoje não existe mais mistério, Deus já desvendou o mistério e quer abençoar você.


Manchetes

Loading...
Loading...

Marcos Vanderlei V.Pereira

Marcos Vanderlei V.Pereira

Igreja Evangélica Batista FW.

Igreja Evangélica Batista  FW.
22/08/2010.58 anos

Um pequeno histórico da

Um pequeno histórico da
Igreja Evangélica Batista FW

Logotipo da Convenção

Logotipo  da Convenção
Convenção das Igrejas Batistas Independente

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul, Brazil
Sou Pastor da Igreja Evangélica Batista de Frederico Westphalen- RS. Rua Miguel Couto 544 Centro.